» Home » Projectos de Intervenção » Espaço de novas tecnologias

 
O espaço de novas tecnologias

O espaço de novas tecnologias de apoio tem como objectivos principais:

Avaliação em tecnologias de apoio em crianças e jovens portadores de deficiências neuromotoras graves, de deficits cognitivos ou multideficiências com incapacidade a nível motor e/ou de comunicação.

 • Formação em tecnologias de apoio, a profissionais de saúde e de educação, bem como familiares dos utentes e dos próprios utilizadores

Informação/Exposição a profissionais e familiares sobre produção de materiais terapêuticos/pedagógicos

Investigação/Desenvolvimento, com visão actualizada dos desenvolvimentos tecnológicos a nível nacional e internacional, e participação activa em projectos a nível nacional e internacional

Empréstimo eventual, por períodos de tempo limitados de determinados equipamentos, de modo a que o próprio utente, seus familiares e técnicos de apoio exteriores possam tomar contacto com essas tecnologias e decidir sobre a sua aquisição.

Avanços tecnológicos recentes, nomeadamente nas áreas das tecnologias de Informação e Comunicação, têm-se reflectido no desenvolvimento acelerado de tecnologias de Apoio para pessoas com deficiências, beneficiando sobretudo portadores de deficiências neuromotoras graves, cujas incapacidades a nível motor e de comunicação, constituem frequentemente um obstáculo determinante à sua participação plena nas actividades da sociedade em que se inserem. Em crianças e jovens em idade escolar, essas incapacidades impedem muitas vezes uma adequada inclusão escolar, com consequências negativas em todo o processo de escolarização desses alunos. No entanto a utilização sistematizada de tecnologias de apoio poderá permitir que aquelas incapacidades possam muitas vezes ser ultrapassadas, permitindo uma mais adequada inclusão social e escolar dos alunos portadores de deficiências neuromotoras graves e tornando-os activos e participantes em actividades que, de outro modo, lhes estariam vedadas. Essa inclusão será tanto mais eficaz, quanto mais cedo se iniciar a utilização daquelas tecnologias por crianças e jovens portadores de incapacidades graves de Comunicação e Mobilidade. Importa no entanto também referir, que é igualmente necessária uma adequada formação por parte dos profissionais (de educação especial e reabilitação) que irão apoiar a utilização de tecnologias de apoio nas actividades educativas dos utilizadores finais.

 
 
 

  Prémio de Boas Práticas em Saúde
 

Actividade reconhecida

1º Prémio de Boas Práticas em Saúde 2009

 
  “Ter um filho diferente”
 

ter um filho diferente.jpg


Decorreu no CDC em 13 Outubro 2009 uma reunião, dinamizada e apresentada por
Pais de crianças com doença neurológica crónica, com o título “Ter um filho diferente”

  ENCONTRO DE PAIS - Vamos Falar de Autismo -factos e controvérsias
  No sequência de reuniões anteriores, organizámos mais um Encontro de Pais, que decorreu no dia 24 de Novembro de 2007, onde se abordaram diversos aspectos das Perturbações do Espectro do Autismo.
 
  MÚSICA NO CDC
  O CDC teve música nos corredores....
  CIÊNCIA DIVERTIDA
  Na continuidade das actividades exteriores que regularmente realizamos aqui brincamos com a ciência… e foi notória a alegria de crianças pais e técnicos.
 
 
2009 © CDC-HGO - Todos os direitos reservados.